Logo PECE. Pular para página inicial
 

Ementa da Disciplina

CódigoeAB-026
DisciplinaAvaliação de Impacto Ambiental I
ObjetivoO Curso de Especialização em Gestão e Tecnologias Ambientais - MBA-USP à Distância do PECE tem por objetivo capacitar profissionais de diferentes áreas da engenharia e das áreas afins, a atuar na gestão ambiental em todos os tipos de organizações.
Público_AlvoEste curso destina-se a empresários, executivos, engenheiros, tecnólogos e outros profissionais de nível superior interessados em aprofundar seus conhecimentos nessa área.
Ementa1. Apresentação do curso. Conceitos e definições básicas: impacto ambiental, poluição, degradação ambiental, qualidade ambiental, avaliação de impacto ambiental (AIA), estudo de impacto ambiental (EIA), relatório de impacto ambiental (RIMA). Estudos Ambientais. 2. Breve histórico da avaliação de impacto ambiental. Quadro jurídico e institucional da AIA no Brasil. 3. O processo de avaliação de impacto ambiental e seus componentes: triagem, avaliação inicial, termos de referência, preparação e apresentação dos estudos, análise dos estudos, consulta pública, processo decisório, acompanhamento e monitoramento, auditoria. 4. Etapas da elaboração de um estudo de impacto ambiental: identificação das questões relevantes, estudos de base, previsão e avaliação dos impactos, plano de gestão. 5. Identificação das questões relevantes e termos de referência. 6. Estudos de base e diagnóstico ambiental. 7. Previsão e avaliação da importância de impactos. 8. Análise de riscos e estudos de impacto ambiental. 9. Técnicas de consulta e participação pública. 10. A apresentação dos resultados e a redação do EIA e do RIMA.
Bibliografia1. BEANLANDS, G. E.; DUINKER, P. N. 1983 . An ecological framework for environmental impact assessment in Canada. Dalhousie University, Halifax. 2. BUCKLEY, R. 1991. Auditing the precision and accuracy of environmental impact predicitons in Australia. Environmental Monitoring and Assessment 18:1-23. 3. CANTER, L.W. (1996) - Environmental impact assessment. McGraw-Hill, 2a. Ed., 660p. 4. DUINKER, P.N.; BEANLANDS, G.E. 1986. The significance of environmental impacts: an exploration of the concept. Environmental Management 10(1):1-10. 5. FORNASARI Fo., N. et alii, 1992. Alterações no meio físico decorrentes de obras de engenharia Boletim 69. Instituto de Pesquisas Tecnológicas, São Paulo. 6. LIMA, A L.B.R.; TEIXEIRA, H.R.; SÁNCHEZ, L.E. (org) 1995. A efetividade da avaliação de impacto ambiental no Estado de São Paulo. Secretaria do Meio Ambiente, São Paulo. 7. MONOSOWSKI, E. (1989) - Políticas ambientais e desenvolvimento no Brasil. In: E. Monosowski (org.), Planejamento e gerenciamento ambiental. Cadernos FUNDAP 16, São Paulo, p. 15-24. 8. ORTOLANO, L. (1997) - Environmental regulation and impact assessment. Wiley, 604p. 9. SANCHEZ, L.E. (org.) 1993. Avaliação de impacto ambiental: Situação Atual e perspectivas, EPUSP, São Paulo. 10. SÁNCHEZ, L. E. (1995) - Evaluacíon de impacto ambiental en minería: interacciones entre el proyecto técnico y los estudios ambientais. In: F.L. Repetto e C.S.Karez (org.), Aspectos geológicos de protección ambiental. UNESCO, Montevideo, p.111-118. 11. SUREHMA/GTZ (1993) - Manual de avaliação de impactos ambientais. Curitiba, 2a. Ed.. 12. WATHERN. P.(org.) 1988. Environmental impact assessment: theory and practice. Unwin Hyman, London.
Duração (h)30
Título Escolha
Imagem do selo de Garantia de Qualidade POLI
Centro de Apoio ao Aluno: atendimento@pecepoli.com.br
Telefone: (11) 2998-0000 Fax: (11)2998-0054
Segunda a sexta-feira das 9h00 às 21h00.
Logo da USP - link externo ©Copyright 2010 PECE - Todos direitos reservados. Logo da Escola Politécnica - link externo